abril 21, 2009

Prefeitos se reunirão em Mossoró(RN) para debater a Zona Franca do Semi-Árido e o endividamento dos Municípios


Em Sessão Especial, convocada pela Câmara Municipal de Mossoró, Município distante 277 km de Natal, será realizada na próxima sexta-feira (24), às 15h00min. Dezenas de Prefeitos do Rio Grande do Norte e Estados visinhos já confirmaram presença no evento, no qual será realizado também o 2º Seminário da Zona Franca do Semi-Árido Nordestino, que tem como objetivo expor aos gestores os benefícios econômicos e sociais que os Municípios terão com o projeto que já está na Comissão de Constituição e Justiça(CCJ) da Câmara dos Deputados, através de uma Emenda ao Projeto da Reforma Tributária apresentada pelo Deputado Wilson Santiago(PMDB-PB), é o que afirma o presidente da União Brasileira de Municípios(UBAM) que é a autora do Projeto.

Após a abertura oficial da Sessão, será instalado o 2º Seminário que visa debater o projeto de implantação de uma zona franca em pleno Semi-Árido brasileiro, quais as principais características, modelo, suas dimensões e os impactos econômico, ambiental e social para os Municípios nordestinos.

Segundo Leonardo Santana, o 2º Seminário da Zona Franca do Semi-Árido é promovido pela UBAM, o qual atende a um calendário de eventos de mesmo formato, objetivando apresentar a todos os Prefeitos, Vereadores, Deputados e Senadores a proposta de redenção econômica e social da Região Nordeste. Os eventos serão encerrados no Estado de Minas Gerais, no Município de Diamantina, terra natal de Juscelino Kubitschek, que fundou a SUDENE e a Capital Brasília, já que Minas Gerais possui 182 Municípios que fazem parte do Polígono das Secas. O evento tem o apoio do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), que incentiva todos os projetos e propostas que visam o desenvolvimento do Nordeste. Disse ele.

A Zona Franca do Semi-Árido tem atraído a simpatia de toda a classe política do Nordeste. Segundo o presidente da UBAM, são centenas de telefonemas e mensagens recebidas de vereadores, prefeitos, deputados e pessoas ilustres das mais diversas camadas sociais que querem se engajar no projeto, por considerá-lo a única alternativa de transformação econômica para Região que, segundo alguns pensam, é a mais pobre do País.

O Município de Mossoró faz parte dos estudos técnicos da UBAM para sediar um dos 08 Pólos da Zona Franca, com 50 empreendimentos, o qual poderá oferecer toda sua vocação para a Indústria, aumentando centenas de vezes, sua capacidade econômica que refletirá no social com a geração de milhares de empregos e a oportunidade de crescimento no cenário internacional.

Redação UBAM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...