abril 14, 2009

Os sites devem ter responsabilidade com textos caluniosos e difamatorios publicados por anônimos


Foto:O editor e Souza durante entrega exemplares de revista à Biblioteca Folha


Mais uma vez, a comunidade itaporanguense deparou-se com a publicação na internet de textos caracterizados pela baixaria e covardia de seus autores e conteúdos, através de pseudônimo, com ofensas gratuitas, com o único fim de veicular uma imagem negativa de pessoas ordeiras e de caráter. A vítima da vez foi o companheiro Souza Neto, caluniado dias atrás por um destes textos publicados no mural do site Itaporanga.net (editado pelo conterrâneo Ariosvaldo Ferreira, mais conhecido como 'Raposão'). Assim como Souza, este editor tomou conhecimento que também vem sendo vítima há muito tempo por textos publicados, por 'anônimos', no mesmo site.
Fato que ficamos ciente através de amigos que acessam o referido site e nos contam o ocorrido. No nosso caso, preferimos entregar tudo a justiça divina já que não sabemos com quem estamos lindando? Que tipo de bandido se esconde no anonimato para atacar gratuitamente outras pessoas? Só lamentamos que o referido site dê importância a tais textos. Souza Neto ainda teve alívio, se é que podemos dizer assim, porque o texto maculando sua imagem foi retirado do ar. No nosso caso, após pesquisa feita hoje, ainda há texto nos caluniando publicados no mural daquele site. Particulamente não damos atenção porque, como disse, não sabemos com que tipo bandido estamos lidando... mesmo tendo a intuição de que os diversos pseudônimos ali registrado pode ser uma ou duas pessoas que vemos de vez em quando com àquela cara de sinismo inigualável.
Queremos hoje transmitir nossa solidariedade ao companheiro Souza Neto, com quem conversei nesta manhã. E como ele me disse, estamos sujeitos à críticas mas não podemos aceitar de maneira alguma a difamação e a calúnia endereçada a nossa vida particular, principalmente quando envolve nossa família. A agressão de tais pseudônimos não tem limites a indignidade e a agressão nos diversos textos, escritos por quem não tem coragem de mostrar a cara e de responsabilizar-se pelo que escreve. Pior ainda, é a publicação continuar lá por dias e dias, como no meu caso.
Souza Neto é um companheiro correto e digno de quem aprendi a ser amigo e com quem aprendi muito, desde os tempos em que editava uma coluna no seu Jornal (Folha do Vale) iniciado em 2001. Quando eu participava do Folha do Vale enfrentei muitas turbulências, o que não é diferente hoje, mas Souza sempre esteve ali para me dar conselhos e para se firmar como um coerente profissional de imprensa.
Os textos escritos no mural do Itaporanga.net viola flagrantemente os meus e de outras vitimas mais elementares direitos constitucionais, quando desrespeita a presunção da inocência, e os direitos relativos à imagem garantidos pela Constituição. Repilo e repudio, não podemos aceitar e nem calar perante à infâmia e tal covardia. Com sentimento de indignação com a maneira abjeta e vil dos textos publicados ali manifestamos nossa solidariedade a Souza Neto. É lamentável ver que o referido site dar tanta importância a comentários covardes, em sintonia com o estilo e as práticas de um sensacionalismo barato, a vulgaridade e os insultos ao direito do leitor a uma informação completa e correta.
Seja como for, não é a primeira vez que no mural do referido site aparece textos falsos, injuriosos e gratuitamente ofensivos contra pessoas de bem. Não que lhe seja debitada a culpa mas um site deve ter mais responsabilidade em manter comentários caluniosos no seu mural. Veja o que fez o vereador Pádua Leite no seu site: ele modera os comentários ali publicados e só publica comentários de pessoas conhecidas e identificadas. Portanto, repudiamos veementemente as calúnias publicadas no mural do Itaporanga.net. Porque temos que nos indignar contra o uso abusivo da Internet, que leva internautas sem escrúpulos a ofender a reputação de determinadas pessoas, gratuitamente. É preciso impedir a proliferação, na Internet, de espaços que têm por finalidade única “atacar a honra de outrem”.
As injúrias inseridas nos textos publicados no mural do referido site não podem e nem devem ser consideradas como informação ou como “simples opinião”. Mas o fato de que um cibernauta se esconda, confortavelmente, atrás de um pseudônimo para caluniar alguém é condenável. Felizmente parece-me, segundo ele mesmo me contou, que Souza Neto já estaria muito próximo de descobrir o verdadeiro autor destes textos. No entanto, as autoridades policiais e a justiça devem dar uma resposta rápida e consistente na elucidação deste caso para assim se fazer justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário