Maranhao entrega projeto para criação de CVTS a ministro : Itaporanga e Coremas estão entre sedes


O governador José Maranhão (PMDB) apresentou o projeto de criação de Centros Vocacionais e Tecnológicos (CVT) no Estado ao ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Machado Rezende, durante audiência na tarde desta terça-feira, 28. O encontro aconteceu no gabinete do Ministério, em Brasília. “Eu vim pessoalmente para deixar bem claro a posição do governo da Paraíba como instituição de apoio a essas iniciativas”, afirmou Maranhão.“O ministério vai trabalhar em parceria com o governo do Estado, com o Parque Tecnológico e com a Universidade Federal de Campina Grande para viabilizar o projeto, para que ele seja colocado em marcha o mais rápido possível”, afirmou o ministro Sérgio Machado. De acordo com o governador, o CVT nos municípios paraibanos vai permitir a difusão do conhecimento científico e tecnológico para as áreas de processo produtivo, por meio das unidades de ensino e profissionalização. “Será criado para dar condições de acessibilidade digital ao cidadão carente. Com isso, as chances de empregabilidade nos municípios beneficiados e suas regiões vizinhas vão aumentar”, destacou.
“O projeto vai implementar equipamentos extremamente importantes para promoção e desenvolvimento local das regiões contempladas. O CVT vai ter condição de treinar, capacitar e gerar mão de obra qualificada, olhando para as vocações regionais de maneira que essas pessoas possam empreender e desenvolver seu próprio negócio e participar de maneira mais ativa dentro da cadeia produtiva local”, explicou a diretora do Parque Tecnológico da Paraíba, Francilene Procópio.
Maranhão afirmou que vai apoiar o projeto. “Essa entidade faz a gestão e a articulação dos CVTs com os entes públicos. Eu considero fundamental para o desenvolvimento do Estado. A Paraíba tem de se inserir de forma definida na inclusão digital, no domínio das tecnologias. E a audiência de hoje nos trouxe uma boa pedagogia, a de que nós devemos procurar o caminho do Congresso Nacional para consignar recursos definitivos para levar à frente todos esses sistemas”, completou o governador.
De acordo com o governador serão criados, 15 centros nas várias regiões. “Mas isso não é um projeto fechado, ele está aberto a muitas ampliações, tantas quanto forem necessárias e surgirem do interesse da comunidade e da sociedade”. No projeto já estão inseridas 18 cidades paraibanas, entre elas a cidade de Itaporanga e Coremas. A 'Rainha do Vale' será sede de um CVT na área da Piscicultura e Apicultura. Enquanto a cidade de Coremas, na área de Manejo de água, Solo e Plantas do Semi-Árido.
Os Centros Vocacionais Tecnológicos (CVT) são unidades de ensino e de profissionalização, voltados para a difusão do acesso ao conhecimento científico e tecnológico, conhecimentos práticos na área de serviços técnicos, além da transferência de conhecimentos tecnológicos na área de processo produtivo.
Os CVTs estão direcionados para a capacitação tecnológica da população, como uma unidade de formação profissional básica, de experimentação científica, de investigação da realidade e prestação de serviços especializados, levando-se em conta a vocação da região onde se insere, promovendo a melhoria dos processos. Até o momento, o Ministério da Ciência e Tecnologia apoiou a criação de 236 CVTs, instalados em todo o Brasil desde 2003.
do blog rspcom.blogspot.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

CNM convoca gestores para mobilização no Congresso Nacional nos dias 7 e 8 de agosto

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.