abril 13, 2009

Cícero mantém intenção de disputar Estado mesmo com união Cássio/Ricardo


O senador Cícero Lucena (PSDB) reuniu a imprensa num café da manhã nesta segunda-feira, 13, em João Pessoa onde abordou diversos temas e reafirmou sua candidatura ao governo do Estado e destacou que disputará a eleição mesmo que o ex-governador Cássio Cunha Lima se alie ao prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), como se cogita por alguns setores da política paraibana.

Lucena, porém, não credita que Cássio se una a Ricardo. “Cássio perdeu o governo, não foi o juízo não”, disse o senador em tom de brincadeira. Para ele, a história construída entre os dois vai prevalecer. O senador aproveitou para criticar a forma como alguns políticos vem formando alianças para disputar as eleições.

“Estão formando alianças como se forma time de futebol. Para se ganhar uma eleição e não com afinidades de projetos para a Paraíba. Temos que pensar a Paraíba e não projetos individuais como estão fazendo”, criticou.

Ainda sobre as eleições de 2010, Lucena disse que se o ex-governador Cássio Cunha Lima tiver condições legais de disputar o cargo de governador, ele é o candidato natural do PSDB. Ele destacou ainda que lançou sua candidatura ao governo, assim como o senador Efraim, ainda com Cássio no governo e nenhum dos dois recuaram. “Lançamos a candidatura por que temos projetos para a Paraíba e não por que estávamos no poder”, disse.

Quando indagado sobre a dificuldade de se disputar uma eleição sem ter o governo do estado, a prefeitura de João Pessoa e a prefeitura de Campina Grande, Lucena destacou a votação que teve para senador, mas de 800 mil votos, e o conhecimento do estado.

“Mais de 800 mil paraibanos saíram de casa para me confiar o voto e eu conheço cada recanto deste estado, não preciso me apresentar e procurar saber onde é a praça e a igreja de cada cidade”, declarou numa clara referência a peregrinação que o prefeito Ricardo Coutinho vem fazendo por varias cidades do estado.


do wscom

Nenhum comentário:

Postar um comentário