TCU condena ex-prefeito paraibano em quase R$ 100 mil

O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou o ex-prefeito de Emas (PB) José William Madruga e a Construtora Bahamas ao pagamento solidário de R$ 93.437,65, valor atualizado. A prefeitura recebeu recursos do Ministério da Integração Nacional para construir quatro passagens molhadas no município, mas, apesar de a construtora ter sido paga, apenas 23,6% das obras foram entregues.

O ex-prefeito também foi condenado a devolver R$ 3.217,83, valor atualizado, e a pagar multa de R$ 10 mil. O tribunal também multou a empresa em R$ 10 mil. Foram encaminhadas cópias da documentação à Procuradoria da República na Paraíba para as medidas cabíveis. O relator foi o ministro Augusto Nardes. Cabe recurso da decisão.

ascom

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

CNM convoca gestores para mobilização no Congresso Nacional nos dias 7 e 8 de agosto

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.