março 04, 2009

Governo decide abrir comportas de Acauã e interditar Ponte da Batalha

As comportas da Barragem de Acauã serão abertas nesta quinta-feira (5) a partir das 8 horas. Foi o que ficou decidido numa reunião realizada na tarde desta terça-feira (3) na sede da AESA - Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba. A abertura será acompanhada por representantes da Defesa Civil Estadual, AESA e Cagepa.

Segundo o coronel Sinval Pinheiro Borges, gerente executivo da Defesa Civil estadual, a abertura das comportas visa a contenção de cheias do Baixo Paraíba, que abrange os municípios de Salgado de São Félix, Itabaiana, Pilar, São Miguel de Taipú, Cruz do Espírito Santo, Santa Rita, Bayeux e João Pessoa, esperada para a estação chuvosa desse ano.

Na mesma reunião também ficou decidida a interdição da Ponte da Batalha a partir desta quarta-feira, quando estará proibido o tráfego de qualquer tipo de veículo, com exceção de bicicletas. Durante a Caravana da Reconstrução, inclusive, o governador José Maranhão chegou a visitar a Ponte da Batalha, que faz a ligação de Santa Rita com Cruz do Espírito do Santo e outros municípios do Brejo paraibano.

Na reunião que contou com a participação de representantes da AESA, DER, Defesa Civil estadual, Cagepa, Secretaria Estadual de Infra Estrutura e Jatobeton ? empresa responsável pela execução das fundações da Ponte da Batalha - foi elaborado um comunicado alertando às populações dos municípios do Baixo Paraíba.

Cada órgão participante da reunião terá uma missão. A AESA ficará responsável pela abertura das comportas e fiscalização permanente; o DER pelo controle do trânsito nas rodovias de sua competência, por onde passará as águas advindas de Acauã.

A Cagepa permanecerá em estado de alerta nos seus sistemas de captação de água; a Defesa Civil estadual estará alerta em relação a segurança da população, como medida de prevenção. Também vai alertar a população ribeirinha quanto ao risco de inundação à jusante da Barragem de Acauã, além da articulação junto às Coordenadorias de Defesa dos Municípios banhados pelo Rio Paraíba.

O engenheiro Evelásio Medeiros, da Secretaria de Infra Estrutura, informou que as obras em execução e referentes ao sistema adutor de Acauã não serão afetadas em suas estruturas.


Da Secom-PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário