fevereiro 10, 2009

Azedume continua e direto de Brasília Ricardo Coutinho desabafa: o PSB não é BADERNA

Deixando de lado o tom amistoso de suas declarações, o prefeito Ricardo Coutinho (PSB) abriu o verbo no início da tarde desta terça-feira (10), direto de Brasília e afirmou que o seu partido, o PSB, não é baderna.

O desabafo do prefeito diz respeito à recente crise gerada dentro do PSB com uma declaração feita pelo deputado Manoel Júnior (PSB) no final de semana. A declaração, sobre uma possível aliança entre Ricardo e Cássio em 2010 gerou bate-boca na imprensa com Edvaldo Rosas (PSB), presidente Municipal do PSB, e até com o secretário da Casa Civil do governador Cássio Cunha Lima (PSDB), Romero Rodrigues (PSDB).

“Não é por aí que se andam os trilhos não, porque o meu partido não é baderna, o partido seja prefeito, seja deputado, seja militante, seja dirigente partidário, o partido é um só, sem divisões”, garantiu.

Ricardo voltou a afirmar que as questões partidárias devem ser resolvidas dentro do partido e alertou: “quem está no partido, está por livre opção”.

Para o prefeito, cada filiado do PSB deveria tratar de fortalecer o partido antes de tudo. “Eu acho que esse é o primeiro passo, é o tratado inicial que pode e que deve unir as pessoas que tenham a responsabilidade para com o partido e para com o futuro do projeto político que o partido defende”, assevera.

Em relação a pretensas ou futuras alianças partidárias, Coutinho reafirmou que não gosta de especulações. “O momento é para que o partido realize uma agenda positiva”, falou.

Apesar dos conflitos, Coutinho finaliza dizendo acreditar que logo todas as divergências dentro do partido serão superadas. “É fundamental que cada um de nós saibamos e tenhamos a compreensão de quanto é importante fortalecer o partido”, arrematou.

As declarações do prefeito foram veiculadas no início da tarde desta terça-feira (10) no programa de rádio Correio Debate.

fonte clickpb

Nenhum comentário:

Postar um comentário