janeiro 19, 2009

Sobe para 9 o número de mortos no desabamento da Renascer

Morreu por volta das 6h30 desta segunda-feira (19) na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo a nona vítima do desabamento na Igreja Cristã Apostólica Renascer em Cristo, no Cambuci, Zona Sul de São Paulo, ocorrido neste domingo (18). Segundo a assessoria de imprensa do hospital, Luiza Silva, de 62 anos, morreu em decorrência dos ferimentos sofridos no acidente. Outras oito pessoas morreram e 93 pessoas ficaram feridas.

Os corpos de sete das vítimas do desabamento devem ser retirados do Instituto Médico-Legal Central de São Paulo ainda durante a manhã desta segunda. Segundo o IML, seis corpos já foram liberados e as famílias aguardam apenas resoluções burocráticas da funerária.

Uma das vítimas ainda não foi reclamada pela família. A última vítima fatal morreu no início desta manhã, e seu corpo ainda não chegou ao IML.

O Corpo de Bombeiros de São Paulo informou que cerca de 600 pessoas estavam no local quando o teto desabou, pouco antes do culto das 19h de domingo. Os bombeiros permaneciam fazendo buscas por possíveis vítimas do desabamento no início da manhã desta segunda. De acordo com a corporação, 15 equipes estavam no local.

Segundo os bombeiros, um homem de cerca de 40 anos que foi dado como desaparecido pela família é procurado no local. De acordo com os familiares, a possível vítima costumava ir ao culto e não foi encontrada. Não há confirmação, mas os bombeiros trabalham com a hipótese de que ele pudesse estar no templo. O homem também é procurado nos hospitais para onde foram levadas as vítimas.

Oito imóveis vizinhos ao templo foram interditados pela Defesa Civil da Prefeitura da cidade após o desabamento. Os imóveis foram interditados pois há risco das paredes laterais do templo, que apresentam rachaduras, desabarem e atingir as edificações vizinhas.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, há feridos em 15 hospitais e dois pronto-socorros em diversos pontos da capital. Muitos tiveram fraturas múltiplas, inclusive com afundamento de crânio e membros. Nesta madrugada, de acordo com a secretaria, algumas vítimas continuavam internadas em observação e outras tinham sido liberadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...