Paraíba tem 478 na fila do transplante de rins

A Paraíba tem hoje 478 pessoas na fila de espera para o transplante de rins, de acordo com dados da Central de Transplantes da Paraíba. Segundo a coordenadora técnica, Miriam Carneiro de França, em 2008 foram realizadas dez cirurgias, duas a mais que em 2007.

Ela disse que a principal dificuldade para a realização de mais procendimentos é a falta de notificação das mortes encefálicas, que é pré-requisito para que a pessoa seja doadora.

Na última quinta-feira, o procurador da República Duciran Farena entrou com ação civil pública contra a União, o Estado e a Prefeitura de João Pessoa para que regularizem o serviço de transplante renal e realizem, no mínimo, 30 procedimentos por mês.

Para Miriam, além da falta de notificação das mortes encefálicas, o Estado ainda sofre com a falta de infra-estrutura dos hospitais da rede pública, com a carência de médicos, o que contribui para o crescimento da fila de espera, que aumentou cerca de 25% nos últimos quatro meses, passando de 382 pacientes em setembro passado para 478 hoje.


fonte portal correio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.

Wilson Santiago e Wilson Filho são recebidos por lideranças politicas em Ingá