janeiro 21, 2009

Paraíba tem 478 na fila do transplante de rins

A Paraíba tem hoje 478 pessoas na fila de espera para o transplante de rins, de acordo com dados da Central de Transplantes da Paraíba. Segundo a coordenadora técnica, Miriam Carneiro de França, em 2008 foram realizadas dez cirurgias, duas a mais que em 2007.

Ela disse que a principal dificuldade para a realização de mais procendimentos é a falta de notificação das mortes encefálicas, que é pré-requisito para que a pessoa seja doadora.

Na última quinta-feira, o procurador da República Duciran Farena entrou com ação civil pública contra a União, o Estado e a Prefeitura de João Pessoa para que regularizem o serviço de transplante renal e realizem, no mínimo, 30 procedimentos por mês.

Para Miriam, além da falta de notificação das mortes encefálicas, o Estado ainda sofre com a falta de infra-estrutura dos hospitais da rede pública, com a carência de médicos, o que contribui para o crescimento da fila de espera, que aumentou cerca de 25% nos últimos quatro meses, passando de 382 pacientes em setembro passado para 478 hoje.


fonte portal correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...