Prefeito de Bom Jesus é acusado de falsificar escolaridade

O prefeito eleito de Bom Jesus, Manoel Dantas Venceslau, foi representado na Justiça Eleitoral de Cajazeiras. A acusação partiu do candidato derrotado, Roberto Baima, que alegou que o eleito falsificou os documentos de comprovação da escolaridade.
Baima pediu a cassação do diploma e, caso a Justiça Eleitoral julgue procedente, ele pode vir a assumir o cargo com o afastamento de Manoel Dantas. Um inquérito na Policia Federal foi instaurado e deverá apurar o caso.
Roberto Baima é representado, na ação, pelo advogado Marcelo Weick Pogliese, o mesmo que defende o PCB na ação do Caso FAC, que tramita no Tribunal Superior Eleitoral.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

Wilson Santiago e Wilson Filho são recebidos por lideranças politicas em Ingá