Prefeito de Bom Jesus é acusado de falsificar escolaridade

O prefeito eleito de Bom Jesus, Manoel Dantas Venceslau, foi representado na Justiça Eleitoral de Cajazeiras. A acusação partiu do candidato derrotado, Roberto Baima, que alegou que o eleito falsificou os documentos de comprovação da escolaridade.
Baima pediu a cassação do diploma e, caso a Justiça Eleitoral julgue procedente, ele pode vir a assumir o cargo com o afastamento de Manoel Dantas. Um inquérito na Policia Federal foi instaurado e deverá apurar o caso.
Roberto Baima é representado, na ação, pelo advogado Marcelo Weick Pogliese, o mesmo que defende o PCB na ação do Caso FAC, que tramita no Tribunal Superior Eleitoral.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.

Wilson Santiago e Wilson Filho são recebidos por lideranças politicas em Ingá