novembro 26, 2008

Sinap move Ação Popular para anular decisões da AL nocivas ao Estado


O presidente do Sindicato dos Administradores da Paraíba (Sinap), Lúcio Flávio Costa, está aguardando apenas a publicação das decisões tomadas pela bancada governista na Assembléia Legislativa, durante 17 sessões extraordinárias, para mover uma Ação Popular com o intuito de anular decisões que sejam prejudiciais e nocivas à sociedade.

Segundo Lúcio Flávio, o advogado Carlos Mangueira já começou a preparar a Ação Popular que tem como principal alvo o presidente da Assembléia Legislativa, Arthur Cunha Lima, “que convocou sessões extraordinárias anti-regimentais, em manobras que objetivaram apenas prejudicar o futuro governador, José Maranhão”. Lúcio Flávio se referiu aos projetos de lei aprovados anteontem “pelo rolo compressor do resto do Governo Cunha Lima”.

De acordo com o presidente do Sinap, a bancada de Cássio na Assembléia Legislativa praticou o maior ato de imoralidade já visto em um poder. “Tudo o que foi aprovado pela bancada de Cássio é ilegal e imoral”, declarou, acrescentando que a sociedade paraibana foi afrontada por um grupo que quer permanecer no poder a qualquer custo.

Lúcio Flávio disse que a sociedade não pode aceitar a afronta deste grupo político “que tanto mal tem feito aos paraibanos”. Conforme Lúcio Flávio, a Paraíba sente vergonha do grupo Cunha Lima, cujos atos praticados em campanhas eleitorais resultaram na cassação do governador, que trocou 35 mil cheques por voto no pleito de 2006.

fonte:www.portalcorreio.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário