novembro 18, 2008

Ricardo Coutinho anunciará ajustes em dezembro, vai à audiência com Cássio mas evita priorizar política


EXCLUSIVO - O prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho, acordou hoje, na manhã de seu aniversário, precisando cuidar de sinusite e ainda se readaptando ao fuso horário da cidade, depois de dez dias na Europa, onde foi falar de negócios e atestar o quanto a crise financeira já afeta os europeus. Medindo as palavras, ele não demonstrou nenhum interesse em nutrir polêmica político – partidária comum na cidade, disse que sua prioridade é a gestão de resultados daí somente agora vai cuidar da formação da equipe do segundo mandato. Em breve, como admitiu, vai ter audiência com o governador Cássio Cunha Lima para tratar de pendências administrativas.

- Não vou embarcar nessa onda de priorizar temas políticos de 2010 já a partir de agora – definiu ele em conversa com o portal WSCOM Online adiantando que “a sociedade, pelo que percebo, está querendo mais resultados das administrações públicas por isso esta será nossa prioridade”.

Ricardo Coutinho acha que a hora é de se preparar para os efeitos da crise financeira internacional. “Estive em Lisboa e pude atestar que a crise já afetou até mesmo o consumo de alimentos – algo fundamental na vida das pessoas, daí estar preocupado em preparar a Prefeitura para as possíveis instabilidades mesmo reconhecendo que desta vez o Brasil está melhor estruturado”.

A crise é tamanha que, um grupo espanhol – hoje proprietário de área de coqueiral na praia da Penha adiou a construção de Resort porque na Europa não existe mais abundância de compradores desse equipamentos de lazer.

- Ninguém está comprando nada na Europa, nem mesmo no campo imobiliário – comentou Ricardo.

Equipe - O prefeito já definiu os critérios para a escolha da futura equipe de auxiliares a partir de janeiro. Primeiro levará muito em conta o perfil de quem se habilita a compor o time, mesmo levando em conta a base aliada – a composição partidária – e ainda o sentimento da sociedade.

- Costumo trabalhar em cima desse tripé – explicou.

Ele adiantou, contudo, que só vai anunciar a composição no mês de dezembro.

Crises, política, 2010, audiência com Cássio - Indagado sobre como está vendo as discussões antecipadas para 2010, Ricardo observou que não há a menor possibilidade dele entrar nesse processo precocemente. “2010 está distante e muita água vai rolar sob a ponte, por isso nossa prioridade está longe desse tema”.

Ainda perguntado como anda sua relação com a base, o senador José Maranhão, ele respondeu. “Está tudo bem, tranqüilo”.

Sobre a audiência com o governador, Ricardo informou que tem muitas pendências de interesse de João Pessoa para discutir com o governador, portanto, “mais na frente vamos estar em na audiência tratando exclusivamente desses assuntos”.

fonte: www.wscom.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...