Jota Júnior faz críticas a lideranças do PMDB que lhe negaram apoio



Jota Júnior, prefeito reeleito de Bayeux, quarto maior colégio eleitoral da Paraíba, disse que atualmente o que ainda lhe mantém no PMDB é o carinho que tem “por alguns filiados, especialmente o prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital”. Antes, porém, queixou-se de que não teve qualquer ajuda do partido na acirrada disputa, no pleito de outubro deste ano.

Em dado momento, Jota Júnior afirma que precisou muito da ajuda do partido, na eleição: “Precisei e esperei muito que o meu partido chegasse junto de mim, e não chegou. Graças a Deus vencemos, mesmo com a presença de lideres do meu partido no palanque adversário”. Ele referiu-se ao senador José Maranhão, embora sem citar nome. Observou que “uma liderança do PMDB” criticou o senador Ney Suassuna porque deu apoio a Rômulo Gouveia, mas fez o mesmo em Bayeux, indo para o lado do adversário.
fonte: www.portalcorreio.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

Wilson Santiago e Wilson Filho são recebidos por lideranças politicas em Ingá