novembro 08, 2008

Cássio se reúne com bancada estadual, não muda secretariado e recebe Ricardo Coutinho

Na noite desta sexta-feira, 7, durante a solenidade de entrega de 900 casas populares no Conjunto Habitacional Colinas do Sul, em João Pessoa, o governador da Paraíba Cássio Cunha Lima (PSDB) falou pela primeira vez com a imprensa depois das eleições municipais e de seu retorno ao comando do Poder Executivo Estadual.

Ele confirmou que não está cogitando nenhuma mudança na equipe de secretários. “É normal que depois de uma eleição de especule possíveis mudanças no secretariado, mas esse assunto está fora de cogitação”, garantiu Cássio.

Nesta segunda-feira, 10, o governador tem uma reunião com a bancada de deputados na Assembléia Legislativa. “Vamos fazer um balanço da campanha eleitoral e ao mesmo tempo já nos confraternizarmos com as proximidades do natal e ano novo.” O encontro com os parlamentares da Paraíba será durante um jantar no Palácio da Redenção.

Cássio Cunha Lima também falou das eleições de 2010. Conforme ele, o próximo pleito ainda está muito longe. O governador disse que não se pode viver discutindo eleição direto. “Cada coisa a sua hora, cada em seu tempo. É absolutamente precoce antecipar o processo eleitoral. Agora, é hora de intensificar o trabalho e olhar para os problemas da Paraíba.”

Trabalhar em parceria com todos os prefeitos reeleitos ou não e com o governo federal. Essa será a tônica adotada por Cássio em 2009. Para exemplificar sua forma de administrar, ele revelou que no sábado recebeu um telefonema do prefeito reeleito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB). “Ele solicitou, depois de sua viagem ao exterior, uma audiência. Essa audiência será concedida e vamos discutir temas administrativos de interesse de João Pessoa e assim quero fazer com todos os prefeitos que comigo queriam trabalhar.”

Sobre a ausência do deputado federal Armando Abílio (PTB) na reunião em Brasília, onde estavam presentes Cássio e o senador Efraim Morais (DEM), o governador afirmou que o caso não atingiu politicamente a bancada federal de sustentação do governo. “Não existe problema nenhum. Eu fui ao gabinete do deputado Armando Abílio e conversamos sobre os projetos que ele estará apresentando, com prioridades para determinadas obras. Está tudo absolutamente normal.”

O governador definiu o encontro que teve em Brasília como muito proveitoso. Lá, Cássio discutiu as elaborações de emendas que serão apresentadas no orçamento da União. “O prazo para emendas termina no próximo dia 14, e a partir da próxima semana já vamos apresentar essas emendas. Eu recebi a manifestação de solidariedade dos dois senadores, Cícero Lucena (PSDB) e Efraim Morais (DEM), e dos deputados que compõem nossa bancada federal.”

As emendas que serão propostas pelos deputados federais e senadores paraibanos que como foco conseguir mais recursos financeiros destinados à obras, sobretudo de infraestrutura em toda Paraíba.

Orçamento 2009 - Cássio Cunha Lima falou ainda a respeito do orçamento do próximo ano e acredita que a crise internacional não reflita diretamente na saúde financeira do Estado.

“A orientação da área econômica do governo é de não alterar a proposta orçamentária de R$ 5,8 bilhões para 2009. O equilíbrio financeiro da Paraíba permanece. Na folha do pagamento de novembro vamos pagar o 13º salário e antes do final do ano estamos quitamos o salário de dezembro”, comentou Cássio. Segundo o governador, essa é a primeira vez na história recente do Estado em que a folha de pessoal será completamente paga dentro do próprio ano.
fonte:www.wscom.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...